Todos os Posts

#DESCOMPLICA (AR CONDICIONADO) 01

29 de janeiro de 2018 por cliente

Fomos convidados pelo jornal Tribuna de Minas para falar sobre como escolher um equipamento de ar-condicionado para sua casa e dicas para disfarça-los na decoração!

Confira a reportagem aqui e nosso texto na íntegra abaixo!

Como escolher o ar-condicionado para a casa

No momento de escolher qual aparelho de ar-condicionado irá utilizar em sua casa, vários aspectos devem ser considerados, não só com relação ao aparelho em si (modelo, valor, capacidade), mas também levando em conta as características do ambiente (se já foi previsto algum modelo específico, se o aparelho pode ficar visível na fachada, como o aparelho impacta no projeto de interiores).

Modelos

Existem vários modelos de equipamentos. Os mais práticos são os portáteis. Versáteis e móveis, evitam a realização de obra para sua utilização, o que pode ser uma vantagem no caso de espaços alugados ou onde não é possível alterar a fachada. Em compensação, são os modelos com menor capacidade de refrigeração e maior ruído, podendo ser utilizados apenas em ambientes pequenos. O ar-condicionado de janela é a solução intermediária em termos de facilidade de instalação (realização de obra) e capacidade de refrigeração. Os splits são os aparelhos que têm sido mais utilizados para fins residenciais atualmente. Possuem dois equipamentos, a evaporadora, que fica instalada no ambiente que precisa ser resfriado, e a condensadora, que é instalada na parte externa pois precisa ventilar. É o sistema com maior capacidade de refrigeração e que gera menos ruídos (pois a unidade condensadora fica na parte externa da residência), mas, em compensação, possui maior custo e complexidade de instalação por exigir a passagem de tubulação entre os dois equipamentos. O modelo quente e frio é indicado para cidades como Juiz de Fora, onde há grande variação de temperatura nas diversas estações. Uma opção de split, mais moderna, é o ar-condicionado inverter, mais econômico, durável, ecológico e silencioso do que os splits convencionais, por refrigerar de modo mais constante o ambiente.

Caso você esteja construindo uma residência ou apartamento, indico deixar prevista a infraestrutura para ar-condicionado, mesmo que os equipamentos não sejam instalados em um primeiro momento, evitando obras quando decidirem colocar o aparelho. É bacana prever também qual será a posição dos equipamentos externos, pensando na facilidade de manutenção e minimizando a interferência estética na fachada.

É fundamental a escolha por aparelhos com selo de eficiência energética. Mas é importante ressaltar que, a melhor forma de ventilar um ambiente, é através do correto posicionamento das janelas. Ambientes bem ventilados reduzem a umidade e, portanto, a probabilidade de doenças respiratórias. Neste sentido, a ajuda de um profissional de arquitetura se torna indispensável.

Capacidade

A capacidade de um ar-condicionado resfriar ambientes é medido por sua quantidade de BTUs (British Thermal Units); quanto mais BTUs um aparelho tiver, maior sua capacidade de resfriar um espaço.

Para o cálculo da capacidade, é necessário considerar a quantidade de pessoas que geralmente utilizam o espaço, as dimensões do cômodo, se a iluminação e demais equipamentos eletrônicos no local geram calor, se há incidência de sol no local, quais atividades serão desenvolvidas, entre outros aspectos. Nos sites dos fabricantes, você encontrará calculadoras de BTUs que o auxiliarão a definir a capacidade necessária no seu caso. (site LG: http://www.lg.com/br/simulador-de-capacidade/index.jsp)

Posição Ideal

Para maior conforto, o ar-condicionado deve ser posicionado preferencialmente centralizado, para que distribua o ar de modo proporcional para o cômodo e de forma que sua ventilação não incida diretamente sobre as pessoas. Ou seja, no quarto, o ideal é que fique sobre a cabeceira da cama; na sala, acima do sofá. Eventualmente, o aparelho pode pingar, sendo importante atentar quando estiver instalado sobre aparelhos eletrônicos. Não é interessante que seja diretamente exposto à luz do sol, pois isto irá aumentar seu consumo de energia.

Alternativas para “esconder” e harmonizá-lo ao ambiente

Ruim com ele, pior sem ele. Vamos dar algumas dicas para que o aparelho de ar-condicionado se integre harmoniosamente ao ambiente.

Os móveis sob medida são uma ótima opção para disfarçar os aparelhos, seja através de estantes ou com fechamento em portas ou painéis ripados. Veja algumas imagens de referência abaixo:

Além disto, outra sugestão é evitar a criação de contrastes entre o split e a parede, pois os contrastes geram destaque. Optar por aparelhos brancos onde os revestimentos são claros, e por splits pretos ou prateados, quando os revestimentos forem escuros.

Muitas vezes, principalmente em apartamentos, a colocação das unidades condensadoras dos splits é prevista nas varandas. Também é possível camuflar os equipamentos com o uso da marcenaria ou painéis metálicos.

Dúvidas? 😀😀😀